quarta-feira, 6 de março de 2013

Vamos fazer macacadas!!!

Na semana passada vi uma receita do Richie da Cozinha Coletiva, e se vos digo a verdade já não era a primeira vez que via o dito Monkey Bread. A do Richie era uma versão doce e eu também já tinha visto pela blogosfera versão salgada.

Mas como o doce nunca amargou,  resolvi experimentar. Não segui a receita dele porque queria aproveitar uma farinha de brioche ja preparada que tinha aqui em casa. Mas a coisa começou a correr mal no início, porque aqueci demasiado o leite. Ao fazer a mistura dei conta que tinha metido a pata, mas meti bem até ao fundo. O leite demasiado quente inactivou o fermento da massa e demorou imenso a levedar. Mas ainda assim montei o bolinho e fiz umas quantas batotas. Depois de o retirar do forno, desenformei, e vi como se desmoronava.... E disse que catastofre! Oh.... Como me dizia ontem uma seguidora, só não erra quem não tenta! E aqui está a prova da minha catastofre, mas desde já aviso que foi uma catastofre saborosa!!


A mistura da manteiga, com o açúcar e canela, neste tipo de massa, é sem dúvida uma maravilha! E dentro do desastre comi! Sozinha... Sim porque este não estava para dar!! Ora, ficou um desastre comestivel!

E hoje voltei à carga, com outra receita que especificava as medidas em gramas. Eu gosto muito do Richie, mas as medidas usadas por ele, eram em chávenas! E a bem da verdade eu não me entendo muito bem com as ditas! Prefiro sempre as medidas em gramas que me é muito mais fácil.

No mesmo dia que encontrei a receita do Richie, vi também a da Kisa do blog Cocinando con Kisa, que volta meia volta, vou la meter o nariz! Isto de eu cuscar as vizinhas tem que acabar, já não tenho cadernininho!! Ou melhor, agora ja tenho outro e ainda maior! Vai ser bonito!

Adiante.... Deixo-vos a receita que retirei do seu blog.

Monkey Bread 

(Traduzindo à letra, temos um Pão de Macaco)

Ingredientes:
  • 675 gramas de farinha de força
  • 2 pacotes de fermento seco de padaria
  • 110 ml de água morna
  • 200 ml de leite morno
  • 60 gramas de manteiga
  • 1 ovo mal batido
  • 110 gramas de açucar

Para fazer a montagem:
  • 125 gramas de manteiga derretida e fria
  • 215 gramas de açucar mascavado escuro
  • 75 gramas de passas
  • 2 colheres de sobremesa de canela (acrescentadas por mim à receita)

Execução:
A receita original faz na máquina de pão e seguindo essa ordem, fiz a mesma coisa. Dissolvi o fermento na água morna e reservei. Bati o ovo com o açúcar, adicionando os liquidos e a manteiga. Por fim adicionamos a fazer amssando até obter uma massa fina e homegénea.

Colocamos numa taça para repousar, em local sem correntes de ar. Desta vez usei o forno, onde ficou durante 1 hora até que duplicou o volume.


Depois de levedar, esticamos a massa com as mãos ou com um rolo de modo a termos um rectângulo 30x40, o qual vamos cortar em pedaços. Depois formamos pequenas bolas que passamos pela manteiga derretida e fria com as passas, e por último pelo açúcar com a canela. Colocam-se estas bolinhas numa forma que untamos previamente com manteiga.

Depois de terminadas as bolinhas, deixamos de descansar por mais uma hora.

Pré aquecemos a forno a 210 ºC. Levamos a nossa forma ao forno a esta temperatura durante 10 minutos, reduzindo depois a 180 ºC durante 30 minutos.

Retiramos do forno e deixamos arrefecer durante 5 minutos e desenformamos.


   

Quando o desenformei, lembrei-me do primeiro que fiz, porque queria começar a desmanchar-se. E pensei eu, outro desastre é que não! Voltei a colocar a forma e esperei mais 5 minutos, conseguindo desta maneira que o caramelo formado ficasse um pouco mais consistente.



As critícas tecidas a este bolo pelo Richie ou pela Kisa são do mais verdadeiro. Para os amantes da canela, o toque desta especiaria é fantástico, e o facto de usarmos açúcar mascavado, faz com que os sabores sejam absolutamente divinais. As passas que se vão encontrando, quebram a monotonia da massa!

A minha crítica? É simplesmente delicioso, mas quando o fizerem, façam para comer no imediato! Morno é muito melhor que frio!


 Esta ainda está morninha! Sirvo o chá?

40 comentários:

  1. Já vi esta receita muitas vezes, e, apesar de ser tentadora nunca me atrevi. Parabéns, ficou muito bonito e acredito que muito saboroso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb a tinha visto, e deixei-me levar!!
      É delicioso!
      beijinhos

      Excluir
  2. Está com um aspecto magnifico amiga, não podia ter melhor aspecto.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh... Isso sao os teus olhos!! Mas prontos, para uma primeira vez, nao está mal!!Ou melhor 2ª!
      Beijinhos

      Excluir
  3. Tu nunca desistes e ainda bem :)o primeiro pode não ter corrido muito bem, mas o segundo ficou fantástico!! Que delícia! Para mim pode ser uma fatia bem gorda :)

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deste nao podia desistir Cuca! Ja tinha tido um tropeço, e apesar disso ficou bom! Desta vez ficou quase perfeito!
      OK... Uma fatia bem gorda pra menina Cuca!
      Beijinhos

      Excluir
  4. Olá, Mena!
    Que aspecto magnifico ;).... aonde pará a minha fatia :)????? Vou sonhar com o teu bolo também :D.... Bjokas...

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois em vez de sonhar, faz o bolinho!!
      Beijinhos

      Excluir
  5. oye que rico está eso no??? así a simple vista pareciera que hubieses hecho una tarta tatin, pero luego leyendo he visto que no.
    Tiene una pinta estupenda con su canela y todo que a mi me chifla!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias Jose!! Y a mi tambien me chifla la canela!! Es riquissimo!!
      Un besito

      Excluir
  6. Bom dia!
    E vale pela persistência! Ficou um bolo bem apetitoso. Também já o tinha visto na Cozinha Coletiva e fiquei de olho nele!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula costuma-se dizer que há segunda é por vencida!!
      Se nao saisse bem, ja nao voltava a experimentar!!
      Fica mto bom, experimenta!!
      Beijinhos

      Excluir
  7. Olá Mena,

    Tenho uma receita deste pão na lista para fazer...Vamos ver quando o faço porque há sempre umas receitas que saltam à frente... O segundo pão ficou bem melhor mas acho que ia na primeira versão pois não sou fã de passas.

    E olha a questão das chávenas também me fazia impressão e agora dou me muito bem com essas medidas, o que permite experimentar muitas receitas de outras linguas. O truque é comprares uns taças medidoras ou então um jarro que já tenha as Cup marcadas, há imensos e bem baratinhos. Vais ver que depois até ganhas mais liberdade na cozinha e com muitas receitas!!!

    Bjokinhas
    Rita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu agora ja encontrei uma chavena!! É da minha pequenota! Mas ainda assim, acho que as coisas me saíem melhor, com as graminhas todas contadas!!
      Mas a cozinha tb tem q ter os seus riscos, nao é?
      Beijinhos

      Excluir
  8. Não há dúvida que na cozinha não podemos desistir, a persistÊncia faz a perfeição.
    Tem um aspecto delicioso, não conhecia este Monkey bread!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá Mena.Ficou irresistível!tão fofo...e essas passas gordinhas...Mmmmmm

    ResponderExcluir
  10. Ai Mena! Que coisa boa ficou, sim podes servir o chá que eu aceito essa fatia!
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos la entao por esse cha! Tens preferencia?
      Obrigado Mª José!!
      BEijinhos

      Excluir
  11. Há muito que ando com vontade de o fazer, mas em versão doce é claro.
    A medida de chávena tambén não me agrada,
    Agora vendo este fiquei ainda com mais vontade,ficou maravilhoso.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Depois de mto namorar decidi-me... E consegui!!
      A ver se te atreves Sao!! Vai sair-te bem como sempre!
      Beijinhos

      Excluir
  12. O que eu me ri com o título! :)
    Ficou fabuloso, deve ser mesmo bom... eu comia uma fatia bem generosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois uma fatia generosa para ti Marisa!! É que foi uma macacada completa!! O 1º e o 2º! Eu nao tenho culpa q o bolo tenha este nome!!
      Lol....
      Um beijinho

      Excluir
  13. Olá Mena!
    Fantástico...és uma mulher persistente e isso é bom! A prova está neste bolo magnífico que parece ser muito saboroso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Nao ha que desistir no primeiro obstaculo, pois nao Paula?
      Obrigado pelo carinho minha querida!
      Beijinhos

      Excluir
  14. Nem acredito no aspecto desta receita! E como é lógico ja a guardei! Lá terei de fazer porque estou para aqui aguadissima! Adorei mesmo amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb foi isso que me chamou à atenção!! E o facto de levar a canela e o açucar!! É deliciosa!!
      Aguada? Eu mando te ja uma fatia!!
      Beijinhos

      Excluir
  15. Não conhecia o monkey bread, mas deve ser muito bom!
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mto bom! E eu ja o tinha visto umas qtas vezes....
      Beijinhos

      Excluir
  16. Mais uma maravilha saida das tuas mãos e podes fugir tu porque deixar aqui o pessoal embasbacado a olhar para o ecra e sem saber sequer o que dizer não se faz.... Nunca me passaria pela ideia fazer assim um pão ou bolo... ainda não me sinto capaz de tal feito... Por isso mesmo aplaudo-te o excelente resultado!

    Beijinhos ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida Kinhas, como es carinhosa!! E menosprezas as tuas capacidades! Se uma trapalhona como eu, faz, tu tb podes fazer!! é simples!!
      Experimenta e ja me dizes!!!
      Beijinhos

      Excluir
  17. Olá Mena!
    Só pelo aspecto dá uma vontade enorme de comer...com canela e passas então ainda melhor!!!


    Obrigada pelo carinho Mena, beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado a ti Maria!! E sim, da vontade de comer!!
      Anda que faço o chá!
      Beijinhos

      Excluir
  18. Olá Mena :)
    A avaliar pelo aspecto não me parece nenhum desastre, está tão lindo!
    E adoro o nome pão de macaco, hehehe.
    Só de falares em canela e açucar mascavado fiquei logo com o apetite e a gula atiçados!! Este segundo está soberbo.
    Um beijinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Ginja minha querida, o primeiro foi desastre total... O segundo ficou mais apresentavel!!!
      E sim foram esses 2 ingredientes que me atiçaram a gula! Simplesmente adoro-os!!
      Beijinhos

      Excluir
  19. Querida Mena,

    Adoro, simplesmente adoro a Cozinha do ritchie, foi das primeiras que conheci e já fiz várias receitas dele, sempre com sucesso garantido ! :)

    Esta também já a tinha visto por lá, acho sinceramente que a tua 2ª versão está maravilhosa, adorei o delicioso aspecto com que ficou e fiquei mesmo tentada a experimentar ! :)

    Beijinhos grandes para Ti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei que ja fizeste receitinhas dele, porque eu ja vi!! E tb vejo as dele.... Mas a lista de espera é grande... E este ja o tinha fisgado de outro lado... Falta me a tua do Lemon Curd... Nhammm...
      Experimenta... Ja veras como te surpreende!
      Beijinhos

      Excluir
  20. Que bonito! A primeira coisa que me faz lembrar é um doce típico de uma terrinha perto de Coimbra, a Escarapiada, feita também com massa de pão, canela e açucar. Adoro e por isso ainda fiquei com mais vontade de experimentar!
    Ora eu que hoje tive um bocadinho e já saí daqui a salivar!!!
    beijinho minha querida!

    ResponderExcluir
  21. Querida Mena,
    Há meses que o monkey bread está na minha lista, mas uma versão salgada!
    Quando penso nele acabo por adiar, pois é bastante trabalhoso.
    Nesse aspeto este bem docinho ganha-lhe, como não é recheado faz-se mais depressa.
    Olha ainda bem que o 1,º não ficou com 5***** , assim repetiste a delicia... tão bom e apetitoso que fiquei com água na boca!
    Bjs

    ResponderExcluir