quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Amigo Blogger Secreto



Neste mundo da blogosfera tudo pode acontecer! Coisas boas e coisas más! Eu pessoalmente fico-me pelas boas e atrevo-me mesmo a dizer, muito boas!

A Ana, A Cozinheira do Blog Da Nossa Cozinha, é uma coisa muito boa! (risos) Aqui entre nós as duas nao adianta reclamares, porque eu é que sei! 

Depois de ter visto o seu convite para um desafio, pûs de lado o tempo que não tenho, e resolvi juntar-me a tantos outros bloggers.








A falta de tempo é sem dúvida o pior aliado do meu blog. Não tenho tempo para preparar receitas e o que mais me chateia é não poder criar as fotografias que mentalmente imagino, mas ainda assim e depois de duas tentativas frustadas numa receita que tenho pendente, resolvi optar por algo que normalmente adoro fazer com os meus pequenos.


Quis o destino que o meu Amigo Blogger Secreto, fosse também uma Mamã como eu. Chama-se Rita e é a dona de um blog chamado Moms Cooking for Litle Ones. Assim que recebi o mail do desafio, fui visitar o meu Amigo Secreto e a bem da verdade é que fiquei surpreendida com o conceito do blog, e como não conhecia, fiquei deveras contente por me ter saído outra Mamã. 


A Rita tem o cuidado de partilhar as suas peripécias com os filhos, e ao mesmo tempo sugerir sempre receitinhas para agradar aos mais pequenos! Isso é coisa que eu raramente faço, porque aqui em casa as refeições são sempre tranquilas e come-se de quase tudo, sem ter que fazer malabarismos. E como tenho dois pequenos gourmets, o doce é o que nos encanta.

Apesar disso a Rita também tem receitas docinhas!!! Ora o doce nunca pode faltar né? E por isso, em vez de fazer algo complicado, optei por umas bolachas vitral, que se podem fazer com os mais pequenos e aproveitar para decorar a árvore.... Só não é se duram muito tempo lá penduradas!








Foi um prazer imenso poder fazer este post, respondendo ao apelo da Ana, e ao mesmo tempo tentando surpreender uma pessoa que não conhecemos e que supostamente não nos conhece. Seja porque estamos em época Natalícia ou não, é nas pequenas partilhas que se notam os grandes gestos!

E há melhor que bolachinhas??





Bolachinhas Vitrais
(receita retirada do livro Le Grand Livre Marabout de la Pâtisserie Facile - 600 receitas, pág. 318)







Ingredientes:
- 1 vagem de baunilha
- 250 gramas de manteiga amolecida
- 165 gramas de açúcar
- 1 ovo
- 1 colher de sopa de água
- 335 gramas de farinha
- 90 gramas de rebuçados coloridos






Execução:

Retirar as sementes da vagem de baunilha e juntar com a manteiga, o açúcar, o ovo e a água. Bater esta mistura com uma batedeira durante 2 - 3 minutos. Juntar a farinha por duas vezes.

Envolver bem até obter uma massa compacta. Cubrir com película aderente e guardar no frigorífico durante 30 minutos.

Pré aquecer o forno a 180ºC.

Forrar os tabuleiros com papel vegetal e reservar.

Reduzir a pedaços pequenos, com a ajuda do rolo da massa, os caramelos coloridos, separando-os por cores. Reservar.

Esticar a massa numa superfície enfarinhada, até obter uma esspessura de 4mm, e usar os cortadores preferidos, fazendo ao centro outro buraquinho para poder colocar os rebuçados.

Colocar as bolachinhas sobre o tabuleiro e levar ao forno, na parte média, durante 7 minutos. Retirar e preencher os buraquinhos com os rebuçados da cor escolhida, e voltar a levar ao forno para que terminem de cozer, durante cinco minutos.

Retirar do forno e deixar arrefecer sobre o tabuleiro.

Servir frias.







Se antes era uma correria durante as minhas horas de almoço, agora a maratona começa enquanto ajudo os pequenos com o pequeno almoço e eu me instalo no meu cantinho das fotografias. É óbvio que as pressas não ajudam, mas ainda assim, estas bolachinhas são um retrato vivo do que são. Pequenas estrelas cheias de brilho e que nos deixam a brilhar com a mistura de sabores!! Os pequenos ficarão encantados, porque aqui por casa a dúvida era escolher a cor!







E como dizem por aí, nem sempre vês as estrelas, mas sabes que estão sempre lá!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

15ª Edição da Bundtmania - A Edição do Chocolate





E chegado mais um dia 15, aqui estou eu para anunciar a nova edição da Bundtmania. Em contrapartida do outro lado de lá, pelas altas terras da Escócia, está a Lia, com o Round Up da 14ª Edição, onde como sempre nos brinda com as maravilhas que nos chegaram.

Apesar de estarmos a entrar na época natalícia, esta edição não vai fazer alusão à dita. Como somos do contra e nunca se sabe o que se pode pedir, desta vez nao queremos Bundts natalícios, queremos sim que predomine o Dom Chocolate. Bem se fizerem para o Natal, também entrará no desfile como é óbvio, mas tem que ter o ingrediente que leva à loucura 7 de cada 10 mortais. Os três que dizem que não estão a mentir!!! (risos)

Desta feita e aproveitando a inspiração do livro Indulgent Cakes, deixe-me render a uma Babka de Chocolate e Canela. Chocolate a montes, misturado com a doçura da canela, foram o mote para esta escolha!


  

     




E como nesta vida há sempre muitas coincidências, a Lia também experimentou a mesma receita, mas num formato diferente! O que já me fez rir pela coincidência, e levou-nos a criar uma hastag #amenaealiasofazemcoisasboas!!! Por isso se a encontrarem no Instagram, não se admirem, é que nós temos destas coisas! 



Bundt Cake "Babka"de Chocolate e Canela
(receita retirada do livro Indulgent Cakes, pág. 41)





Ingredientes:

- 80 gramas de passas
- 80 ml de café + 2 colheres de sopa de rum ( não tinha licor de café)
- 180 ml de leite morno
- 14 gramas de fermento de padeiro liofilizado
- 110 gramas de açúcar
- 2 ovos ligeiramente batidos
- 1 gema de ovo
- 450 gramas de farinha de pão 
- 1 colher de chá de sal
- 150 gramas de manteiga temperatura ambiente em cubos
- 40 gramas de manteiga temperatura ambiente (extra)
- 200 gramas de chocolate partido finamente (70% de cacau)
- 125 ml de natas
- 35 gramas de nozes

Recheio:

- 70 gramas de nozes tostadas e picadas grosseiramente
- 75 gramas de açúcar mascavado escuro
- 2 colheres de chá de canela em pó
- 150 gramas de chocolate picado grosseiramente



Execução:

Numa taça colocar as passas e o café, reservar.

Misturar o leite, o fermento e uma colher de sopa de açúcarm numa tacinha pequena. Tapar com película aderente e deixar repousar durante dez minutos, até que se forme uma espuma à superfície. Juntar os ovos e a gema e misturar.

Numa taça grande juntar a farinha, o sal, o açúcar restante e o fermento preparado antes. Bater com a batedeira usando o gancho de amassar, começando com uma velocidade baixa e quando estiverem todos os ingredientes bem incorporados, aumentar a velocidade para o máximo e bater durante 5 minutos até obter uma massa suave e elástica.

Adicionar a manteiga aos poucos, amassando bem para que se incorpore bem na massa. 

Untar uma taça com um pouco de óleo e colocar a massa obtida para levedar, coberta com uma película aderente, durante uma hora ou até que duplique de volume. O local não deve ser muito quente sob o risco de que a manteiga se derreta.

Entretanto preparar o recheio misturando todos os ingredientes.

Pré aquecer o forno a 200ºC.

Retirar todo o ar da massa e esticar sobre um papel vegetal de 30x45, polvilhado com farinha, até obtermos uma espessura de 1 mm.


Escorrer as passas e reservar o liquído.


Distribuir pelo rectângulo de massa, os 40 gramas de manteiga extra. Polvilhar com o recheio e com duas colheres de sopa de café.

     


Enrolar com a ajuda do papel vegetal e cortar em 12 partes iguais, com uma faca ligeiramente untada com óleo. 


      

Untar e polvilhar com farinha a forma e colocar 7 dos rolos com o lado cortado para o exterior, colocando os restantes sobre os mesmos, com a parte corta para cima.






Cubrir a forma com película aderente e deixar repousar durante 45 minutos, num local morno e sem correntes de ar.

Levar ao forno durante 40 minutos ou até que a massa esteja cozida. Depois de cozido, retirar do forno e deixar repousar na forma 5 minutos. Desenformar e deixar arrefecer.

Para a ganache de chocolate, aquecer a nata no microondas juntamente com 2 colheres de sopa de café. Depois de bem quente, adicionar o chocolate e deixar que se derreta. Mexer bem até obter uma mistura homogénea e brilhante.

Servir o bundt morno, acompanhado da ganache de chocolate e polvilhado com nozes.






Pronto.... Não sei muito bem por onde começar... Continuo a ser uma perdida por massas de brioche, lêvedas ou como lhes queiram chamar! Sejam simples ou recheadas, mas desta vez, o limite da gulodice foi ultrapassado! Como se nõa bastasse o recheio da Babka, ainda acompanhar a dita, com esta ganache, é qualquer coisa de muito indulgente.





Não fica menos indulgente, se retirarmos a ganache. Mesmo uns dias depois, já sem ganache, uma fatiazinha ligeiramente aquecida, faz as maravilhas de qualquer pequeno almoço nestes dias de quase Inverno.

E como o chocolate me lembra sempre bolos altamente decadente e indulgentes, é isso que espero neste post até dia 14 de Janeiro de 2015, às 18:00. É verdade, o próximo Round Up, já só aparece no novo ano, mas eu espero que vocês não me privem dessas coisas até lá!!


Bora chocolatear??