quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Em vez do pão....



Hoje é dia da Alimentação. É também o dia de anos da minha irmã mais nova. É também o dia da minha folga e eu ja fiz quase uma maratona, entre subidas e descidas a Andorra. É também o dia que a blogosfera culinária se enche de Pão para celebrar e eu como sou uma despistada de primeira, não o fiz.


Na minha cabecinha tinha a ideia que o dia 16 era só para o fim de semana, logo teria tempo de preparar uma receitinha e publicar.... To late! O dia chegou e o pão por fazer! Coisas que acontecem quando o tempo anda desgovernado! E o meu anda!


Aproveitando o desafio do grupo do Facebook, Quinze dias Com...., surge esta receita. Por sinal de um senhor que faz Pão como ninguém e que me tem apaixonada por essa arte. Sim, sim, porque eu acho que tudo tem arte, e fazer Pão é uma arte!

Falo pois claro do Paul Hollywood, com o qual já aprendi uma coisinhas! Mas ainda assim não o suficiente para fazer um pão express, como tal hoje a receita é mesmo de Crumble, e uma das preferidas deste senhor.


Quando recebi o livro dele, How to Bake, assim que o abri fiquei boquiaberta com as receitas e com os passos de cada. Pensava eu prós meus botões que não iria complicar-me a vida e que mesmo que não experimentasse nenhuma, não havia problema. Oh oh.... Experimentei um pão assim que chegou e porque era simples. Depois compliquei-me a vida com a Danish Pastry, que é qualquer coisa do outro mundo e que depois de tanto trabalhinho, não consegui publicar porque os pastelinhos desapareceram e desta última, um Crumble. 



Crumble de Pêras, Nozes e Chocolate
(receita retirado do livro, How to Bake, de Paul Hollywood, pág.217)





Ingredientes:

- 4 pêras maduras mas firmes (usei Conference)
- 2 colheres de sopa de xarope de arce (maple syrup)
- 50 ml de vinho branco
- 50 gramas de farinha
- 50 gramas de flocos de aveia
- 25 gramas de açúcar
- 1/2 colher de chá de canela em pó
- 50 gramas de manteiga sem sal fria
- 50 gramas de nozes (na receita pecanas, mas usei normais)
- 25 gramas de amêndoas fileteadas
- 50 gramas de pepitas de chocolate negro ou 50 gramas de chocolate grosseiramente picado (usei Lindt 88% de cacau)


Execução:

Pré aquecer o forno a 180ºC. Untar um recipiente de 28x18 cm oval, ou similiar como no meu caso que usei rectangular. Reservar.

Descascar as pêras e retirar o coração, partindo em quartos. Colocar no recipiente e deitar o maple syrup e o vinho branco.

Colocar no forno durante 10 minutos.

Preparar o crumble misturando todos os ingredientes, excepto, as nozes e as amêndoas, esfregando com as pontas dos dedos, de modo a obter como uma areia grossa. Este passo pode ser feito num processador de alimentos.

Juntar as nozes e as amêndoas e misturar.

Retirar o recipiente do forno e polvilhar com o chocolate, seguidamente do crumble. Levar ao forno durante 15-20 minutos, até que esteja dourado e borbulhante.

Retirar do forno e deixar arrefecer um pouco antes de servir acompanhado com uma bela colherada de crème frâiche, ou gelado de baunilha.








O Paulinho na receita aconselha o crème frâiche como acompanhamento... e eu como nem gosto nada, né?, fiz o que me pedia! Segundo ele é a receita de crumble preferida e eu assino por baixo! Não que se tenha transformado na minha preferida, porque um Crumble será sempre um Crumble. e até descobrir o meu preferido, acho que tenho que experimentar muitos mais!








Uma coisa é certa.... Continuo a preferir os Crumbles com uma bela bola de gelado de baunilha!! Ohhhhhh.... E como agora as cores do horizonte já vão mudando com o passar do meu desgovernado tempo, há lá melhor do que enrolar-se numa manta, com uma tacinha de Crumble de Pêras?

Até pode haver, mas não é a mesma coisa!!!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

13ª Edição da BundtMania - Rolls with a Twist



Ao fim de um ano de BundtMania o balanço não podia ser mais positivo e consequentemente, mais delicioso.


A cada edição fomos brindadas com autênticas maravilhas, transformadas em Bundt Cake. A imaginação sempre falou mais alto e a vossa resposta, sempre foi a melhor que podíamos ter.


Depois de um ano o round up da 12ª Edição da BundtMania com o tema Party Bundt Cakes, já está prontinho para mostrar os bundts vaidosos, no blog da Lia, o Lemon and Vainilla.


A estas alturas, em que foram abordados os mais diversos temas, já se torna complicado escolher um tema! E mais que tudo escolher um vencedor, ao qual sempre atribuíamos um miminho,


Os temas serão sempre tentadores, mas quanto aos miminhos já se acabaram. E porquê? Porque se a escolha do tema é difícil, a escolha de um Bundt merecedor ainda o é muito mais e como tal, achavamos que não era justo só escolher um. Como tal esta BundtMania continuará, com temas sugestivos mas sem recompensa material no final, tendo simplesmente um Obrigado do tamanho do mundo!!!






O porquê desta foto de uma receita do Lemon and Vainilla? Não, ainda não queremos Bundts de Natal!! Mas queremos Bundts que sejam feitos com rolls, como este que é de Cinamon Rolls. E como eu não tinha uma fotografia fui buscar esta da Madame Bundette, para vos dar uma ideia.


A ver se me explico melhor..... Todos conhecem os famosos Cinamon Rolls verdade?? Sabemos que são feitos de uma massa base tipo brioche ou massa lêveda ligeiramente adocicada e que o recheio, neste caso, é açúcar, canela e manteiga. E muitos normalmente aparecem com uma glace de açúcar e canela.

Ora aquilo que se pretende é reinventar estes Rolls! E deixar que sejam só de canela e que tenham o recheio que vocês bem entenderem! E por isso o nome desta edição, Bundt Cake Roll with a Twist!


Já sabem o que costumo dizer, a imaginação é o limite!!! Por isso pensem que desta vez, há que por as mãozinhas na massa!


Cá espero os vossos Rolls with a Twist neste post, onde devem ser colocados todos os links de participação até ao dia 14 de Novembro às 18:00h. A única regra que tem este desafio e é aquela que normalmente se esquecem!!! 


Fazemos uns Rolls?