3.2.13

Fold over...

Pois se vos digo a verdade, não sabia muito bem o nome a dar a esta publicação. E como não podia deixar de ser é mais um receita da Dorie Greenspan. Sim, do grupo do Facebook que se chama Dorie's às Sextas, que cada 15 dias escolhem uma receita do livro desta senhora.

No dia da publicação torci o nariz... E durante o tempo que tinhamos para fazer a torta, continuava a torcer o nariz. Primeiro por causa da massa.... Não tenho processador de alimentos, e não me apetecia estar com tanto trabalho. Entretanto os pequenos voltaram a por-se doentes, e foi quando apareceu a primeira publicação. E visto que havia duas opiniões diferentes ainda andei com a torta na cabeça um dia.

Decidi-me fazer a torta ontem, depois de ter lutado contra uma tempestade de neve, e depois de ter visto o que a Joana tinha colocado no grupo. É que esta torta dá trabalho, e por fatal destino, ela quando já tirava o petisco do forno, catrapum.... Deu-me tanta peninha que ao mesmo tempo começava a minha! 

Obrigado Joana por seres assim de teimosa e persistente! Fez com que o meu espirito se animasse e metesse a mão na massa, literalmente.

Como hoje é domingo, e normalmente não costumo estar por casa, e sim no trabalho, deu-me um ataque de preguicite! Não me apetece escrever eu a receita! Por isso colocarei tal qual a Patrícia Vilela colocou no grupo, anotando só as alteraçoes que fiz.

Fold-Over Pear Torte

Massa de tarte (23cm)

  • 1 1/2 chávenas de farinha
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 3/4 colher de chá de sal
  • 150g de manteiga sem sal, fria, cortada em cubos pequenos
  • 2 1/2 colheres de sopa de gordura vegetal fria, cortada em 2 pedaços
  • 1/4 chávena de água gelada
Colocar a farinha, o açúcar e o sal num processador de alimentos com uma lâmina de metal e pulsar apenas para combinar os ingredientes. Adicionar a manteiga e a gordura; pulsar até que os pedaços estejam misturados com a farinha. Não mexer demais - nesta altura devemos ter pedaços irregulares do tamanho de ervilhas. Pulsar de forma intermitente, acrescentando, gradualmente, 3 colheres de sopa de água gelada para a massa. Continuar a adicionar a água, um pouco de cada vez, pulsando, até que a massa fique uniforme (é possível que se notem alguns pedaços maiores de manteiga). (Na falta do processador, tentei executar todos estes passos, pensando que as minhas mãozinhas eram as ditas lâminas. Um pouco trabalhoso, mas a perfeição assim obriga!)

Deitar a massa sobre uma superfície enfarinhada, ou entre dois discos de papel vegetal, para formar uma base do tamanho indicado; enrolar o disco em película aderente e levar ao frigorífico por 20 minutos.

Retirar a parte superior de papel ou filme e deitar sobre a forma para forrar. Remover o resto do papel ou película e, em seguida, premir suavemente a massa de pão dentro da tarteira, para ficar sem bolsas de ar. Em seguida, pressionar os lados da massa para cima, contra os lados da forma. A massa vai plissando e pode até quebrar. Sem stress: basta pressionar para voltar a juntar. Levar ao frigorífico.

Recheio

  • 1/3 chávena de farinha
  • 1/4 colher de chá de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 3 pêras grandes maduras, mas firme (usei 2 maçãs e uma pêra)
  • 1 esguicho de sumo de limão fresco
  • Raspas da casca de 1/2 limão
  • 1/2 chávena de damascos finamente picados ou passas
  • 1/3 chávena de nozes picadas
  • 2 ovos grandes
  • 1/2 chávena de açúcar
  • 1 colher de sopa de rum
  • 2 colheres de chá de extracto de baunilha
  • 1/2 colher de chá de extracto de amêndoa (como não tinha, usei 1 c. de sopa de azahar)
  • 25 g de manteiga sem sal, derretida e fria
  • 1 chávena de natas gordas
  • Açúcar de confeiteiro para polvilhar
Misturar a farinha, o fermento e o sal numa tigela pequena. Reservar.

Descascar as pêras e retirar o caroço; em seguida, cortar em cubos. Colocar numa tigela média e misturar com o sumo de limão para evitar que oxidem. Misturar as raspas, os damascos (ou passas) e as nozes.

Numa batedeira equipada, se possível com uma pá, bater os ovos e o açúcar em velocidade média-alta até engrossar (cerca de 3 minutos). Reduzir a velocidade e adicionar o rum e os extratos. Em seguida, adicionar os ingredientes secos, misturando apenas até incorporar. Por último, adicionar a manteiga derretida, as natas, misturando apenas até que a massa fique homogénea.

Retirar a forma forrada do frigorífico. Distribuir os frutos pelo fundo e, em seguida, verter a massa até cobrir 3/4 da forma, uma vez que a mesma vai crescer.

Levar ao forno pré-aquecido 180º por 60-70 minutos, ou até dourar a crosta e uma faca inserida no creme saia limpa.
Verificar ao fim de 40 minutos: se estiver a queimar demais, cobrir com folha de alumínio.

Retirar do forno e deixar arrefecer completamente na forma sobre uma grade, antes de desenformar.
Servir polvilhada com açúcar.

 Uma das primeiras publicaões no grupo, dizia que achava a torta muito doce e que havia ali qualquer coisa que falhava. Ao ter lido este comentário, pensei que fosse por causa das pêras e então por isso troquei e coloquei maçãs. E como eu nas tartes de maçãs não permito que falhe a canela, esta também não foi menos.

O interior da tarte contrasta com o arenoso e suave da massa. Uma mistura de aromas que nos reconforta a cada bocadinho.

Seja com o café ou como sobremesa, uma receita para repetir!

E vocês qual preferem?

29 comentários:

  1. Adorei esta receita, vou levar, ok?
    Ficou linda a tarte!!!
    Bom domingo
    bj
    Raquelita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Raquel! Bom ver-te por aqui!
      Leva, vais ver que vais gostar!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Adoro bolos com pêra. Um aspecto delicioso Mena! Adorei!

    ResponderEliminar
  3. Ficou linda Mena :) Adorei o aspecto rustico, faz mesmo lembrar aquelas tarte inglesas maravilhosas, sabes? EU também adorei o sabor e a mistura de aromas, não achei muito doce, até porque o limao ajuda a equilibrar os sabores :) Ainda bem que fizeste, porque ficou maravilhosa, ao menos o que me aconteceu fez com que te desse animo para fazeres a tua, fico feliz por isso, ao menos teve algo positivo hehehe

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joaninha a tua tb ficou maravilhosa! O prémio da preseverança!
      E sim, depois de ter visto o que te tinha acontecido, e mesmo assim voltaste a repetir, a minha preguicite fugiu!!
      E ainda bem que a fiz!!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Sem dúvida que valeu a pena o trabalho!! É que ficou mesmo perfeita!

    beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) É daquelas que tu gostas Catarina!
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Linda tarte, Mena. Não fiz, quer por preguiça, quer porque este fim de semana estou um desastre culinário. Duas sobremesas que fiz, duas sobremesas com resultado desastroso. E o mais curioso é que costumo fazer ambas, frequentemente.
    Quanto à escolha que nos permites fazer, olha, respondo já: prefiro as duas ;)
    Beijinhos, minha querida e um resto de bom Domingo.
    As melhoras dos teus rebuçados.
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há dias assim, que nem sequer me posso aproximar da batedeira! Tudo me sai mal!
      Este nao foi desses dias e fiquei surpreendida pela resultado!
      Obrigado pelo miminho aos meninos!
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Tem um aspecto super deliciosa sem duvida, já tenho água na boca, comia agora mesmo.

    Parabéns está linda a receita.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Filipa! Podes comer, leva 1 fatia!
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Mena, ficou fantástica!! Valeu a pena todo o trabalho porque está com um ar muito tentador! Lembra-me aquelas tartes de aspecto rústico inglesas!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado minha querida! O único trabalho é mesmo a massa!
      Mas vale a pena!
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Querida,
    a tua tarte está linda e a chamar por mim :) sobrou algum bocadinho?
    Espero que o teu menino esteja melhor,acho que com esse cheirinho aí em casa, ele arrebita mais depressa :)
    Bjns

    Isabel
    http://emocaoascolheradas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que há sempre um pedaço de tarte para ti! Nem que tivesse que fazer uma nova!!
      O pequenote começa a melhorar!
      Obrigado Isabel!
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Olá Mena,
    Acho que esta tua versão deve ser ainda melhor que a das pêras!
    Está cá com um aspeto! Imagino só o sabor!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Lenita! Depois de ver o que disseram as outras Dorie's, pensei em cortar o doce das pêras!
      Não sei como sera the really one, mas esta ficou no ponto!
      Esse sabor que imaginas... É o que tem!
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Mais uma sobremesa fantástica!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Parabéns...mais um docinho com um aspecto fantástico! Que tentação!
    Beijinhos e boa semana
    Paula

    ResponderEliminar
  12. Mena,

    Adoro as tartes da Dorie, já fiz a de pessego e hei-de fazer esta também... mas com calma e quando me apetecer ! :)

    Está magnifica a tua, gosto de tartes rústicas e com esse recheio cremoso tão saboroso sem dúvida !

    Levarei uma fatia, com a tua especial permissão ! :)

    Beijinhos, amiga ! :)

    Isabel

    ResponderEliminar
  13. Eu prefiro com a bolinha de gelado para a sobremesa. Sem dúvida!
    Ainda bem que puseste as mãos na massa!! Precisamos de ti :)

    Vou ver melhor esse grupo, ainda não conheço!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. delicia total Mena! Aprovada! <3

    beijinhos;

    Aurea Sá

    ResponderEliminar
  15. Como sempre, adorei e eu também tenho andado numa de preguiça :) Temos dias lool

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  16. Menina que delicia tudo perfeito, adorei.
    Ja virei seguidora desse rico cantinho.
    Da uma passadinha se puder no falando com as batatas, ficaremos felizes com sua presença.
    beijos Luci

    ResponderEliminar
  17. Olá.
    Adorei conhecer o seu blog.
    Que coisinhas deliciosas e tentadoras :)
    Beijinhos e uma excelente semana para si.
    Alice
    http://mimosdemae.blogspot.pt

    ResponderEliminar