domingo, 31 de maio de 2015

Chipsters?


A proposta desta quinzena no Dorie às Sextas, foram umas bolachinhas. Quando vi a receita e vi que um dos ingredientes era manteiga de amendoim, pensei "é desta que acabas com o frasco que tens no frigorífico".

E assim foi! Para aproveitar o dia de folga com os pequenos, fiz a massa na noite anterior e enquanto esperava que passassem as duas horas no frigorífico, tive um encontro de primeiro grau com o ferro de engomar. Resultado: depois de duas horas a passar a ferro não há mãos para fazer bolachas. E a massa passou toda a noite no frigorífico e as bolachas só foram feitas no dia seguinte depois de um dia passado entre baloiços.


Verifiquei a textura da massa depois de duas horas no frigorífico e o resultado é o mesmo depois de toda a noite. Em vez de usar a colher de sopa como medida, alertada pela Susaninha, fiz uma colher de sobremesa, e ainda assim as bolachinhas ficaram com um tamanho considerável.

Ainda assim foram alvo de discussão, porque o Tomás queria as grandes, e a Maria dizia que não gostava das grandes e queria as pequenas.


- Maria vamos tirar fotografias para o blog?
- Não.
- E tu, Tomás, queres ajudar a Mãe?
- Simmm!
- Mas prometes que não fazes caretas, ouviste?
- OK, OK!







É simplesmente impossível tirar uma fotografia a este rapaz sério! Ou com um ar tranquilo. Tem sempre que me fazer alguma careta, mas que no fim me deixa a rir às gargalhadas!

A irmã disse que não queria ajudar, mas lá deve ter reconsiderado, porque depois de terem quase acabado com as poucas bolachas que restavam, também quis tirar... Isso sim, não queria ter lá o irmão e queria uma bolacha pequena porque só gosta das pequenas. Que lhe vamos fazer?




Chipsters de Aveia,  Manteiga de Amendoim e Chocolate
(receita retirada do livro Baking, de Dorie Greenspan, p. 73)
Tradução: Susana Figueiredo.






Ingredientes:
- 270 gramas de flocos de aveia
- 130 gramas de farinha
- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
- 2 colheres de chá de canela
- 1/4 colher de chá de noz moscada ralada
- 1/4 colher de chá de sal
- 225 gramas de manteiga sem sal à temperatura ambiente
- 200 gramas de manteiga de amendoim (com ou sem pedaços)
- 200 gramas de açúcar branco
- 200 gramas  de açúcar amarelo
- 2 ovos grandes
- 1 colher de chá de extrato de baunilha
- 200 gramas de pepitas de chocolate


Execução:
Colocar duas grades no forno, dividindo em terços. Pré-aquecê-lo a 175ºC e forrar 2 tabuleiros com papel vegetal ou tapetes de silicone. 
Misturar a aveia com a farinha, o bicarbonato, as especiarias e o sal. 

Numa taça grande, bater a manteiga com a manteiga de amendoim e os dois açúcares em velocidade média até estar suave e cremoso. Juntar os ovos, um de cada vez, batendo 1 minuto entre cada adição, e juntar depois a baunilha, continuando a bater. 

Reduzir a velocidade para o mínimo e juntar lentamente os ingredientes secos, batendo apenas até estarem misturados. Juntar os pedaços de chocolate. Se possível, refrigerar a massa durante duas horas para fazer bolachas mais perfeitas, retirando a massa com uma colher, fazendo uma bola com as mãos e colocando-as no tabuleiro com 5 cm de distância entre elas e pressionando-as gentilmente com a palma da mão até terem cerca de 1,25 cm de altura; se não for possível esperar, deitar apenas as colheradas de massa nos tabuleiros com 5 cm de distância entre elas.

Levar ao forno durante 13-15 minutos, rodando os tabuleiros e trocando-os em altura ao fim de 7 minutos. Deverão ficar douradas e apenas firmes nas extremidades e deverão ser retiradas dos tabuleiros com uma espátula para arrefecerem. Repetir o processo com a restante massa.









Antes de fazer este post, vi as publicações das outras Dories. E pensei para os meus botões: "voltaste a fazer asneira!!".

Só que neste exacto momento não sei muito bem onde é que cometi o erro e talvez possa ter sido na temperatura do forno, que normalmente tenho sempre muita atenção.

O aspecto destas bolachinhas não é dos mais bonitos, é certo, mas nem sempre podemos julgar as coisas pelo aspecto. E por isso desapareceram à velocidade da luz porque são altamente viciantes.





E estes diziam que não gostavam, ou porque eram grandes, ou porque eram pequenas.

Vai uma bolachinha?
 

4 comentários:

  1. Vai sim! Ainda tens para mim?
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Pois olha Bundette, eu acho que estão lindas e mais:
    Com refilanços, sem refilanços, com caretas ou sem elas, o certo é que os teus pintainhos são super fotogénicos e lindos e podem fazer caretas à vontade que ficam sempre bem na fotografia.
    Beijinhos aos 3 e feliz dia da criança para eles,
    Lia.

    ResponderExcluir
  3. Bem, não aponto nenhum defeito às bolachas. Pelo contrário, parecem-me perfeitas e deliciosas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Lindos, os miúdos.

    ResponderExcluir