quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Em vez do pão....



Hoje é dia da Alimentação. É também o dia de anos da minha irmã mais nova. É também o dia da minha folga e eu ja fiz quase uma maratona, entre subidas e descidas a Andorra. É também o dia que a blogosfera culinária se enche de Pão para celebrar e eu como sou uma despistada de primeira, não o fiz.


Na minha cabecinha tinha a ideia que o dia 16 era só para o fim de semana, logo teria tempo de preparar uma receitinha e publicar.... To late! O dia chegou e o pão por fazer! Coisas que acontecem quando o tempo anda desgovernado! E o meu anda!


Aproveitando o desafio do grupo do Facebook, Quinze dias Com...., surge esta receita. Por sinal de um senhor que faz Pão como ninguém e que me tem apaixonada por essa arte. Sim, sim, porque eu acho que tudo tem arte, e fazer Pão é uma arte!

Falo pois claro do Paul Hollywood, com o qual já aprendi uma coisinhas! Mas ainda assim não o suficiente para fazer um pão express, como tal hoje a receita é mesmo de Crumble, e uma das preferidas deste senhor.


Quando recebi o livro dele, How to Bake, assim que o abri fiquei boquiaberta com as receitas e com os passos de cada. Pensava eu prós meus botões que não iria complicar-me a vida e que mesmo que não experimentasse nenhuma, não havia problema. Oh oh.... Experimentei um pão assim que chegou e porque era simples. Depois compliquei-me a vida com a Danish Pastry, que é qualquer coisa do outro mundo e que depois de tanto trabalhinho, não consegui publicar porque os pastelinhos desapareceram e desta última, um Crumble. 



Crumble de Pêras, Nozes e Chocolate
(receita retirado do livro, How to Bake, de Paul Hollywood, pág.217)





Ingredientes:

- 4 pêras maduras mas firmes (usei Conference)
- 2 colheres de sopa de xarope de arce (maple syrup)
- 50 ml de vinho branco
- 50 gramas de farinha
- 50 gramas de flocos de aveia
- 25 gramas de açúcar
- 1/2 colher de chá de canela em pó
- 50 gramas de manteiga sem sal fria
- 50 gramas de nozes (na receita pecanas, mas usei normais)
- 25 gramas de amêndoas fileteadas
- 50 gramas de pepitas de chocolate negro ou 50 gramas de chocolate grosseiramente picado (usei Lindt 88% de cacau)


Execução:

Pré aquecer o forno a 180ºC. Untar um recipiente de 28x18 cm oval, ou similiar como no meu caso que usei rectangular. Reservar.

Descascar as pêras e retirar o coração, partindo em quartos. Colocar no recipiente e deitar o maple syrup e o vinho branco.

Colocar no forno durante 10 minutos.

Preparar o crumble misturando todos os ingredientes, excepto, as nozes e as amêndoas, esfregando com as pontas dos dedos, de modo a obter como uma areia grossa. Este passo pode ser feito num processador de alimentos.

Juntar as nozes e as amêndoas e misturar.

Retirar o recipiente do forno e polvilhar com o chocolate, seguidamente do crumble. Levar ao forno durante 15-20 minutos, até que esteja dourado e borbulhante.

Retirar do forno e deixar arrefecer um pouco antes de servir acompanhado com uma bela colherada de crème frâiche, ou gelado de baunilha.








O Paulinho na receita aconselha o crème frâiche como acompanhamento... e eu como nem gosto nada, né?, fiz o que me pedia! Segundo ele é a receita de crumble preferida e eu assino por baixo! Não que se tenha transformado na minha preferida, porque um Crumble será sempre um Crumble. e até descobrir o meu preferido, acho que tenho que experimentar muitos mais!








Uma coisa é certa.... Continuo a preferir os Crumbles com uma bela bola de gelado de baunilha!! Ohhhhhh.... E como agora as cores do horizonte já vão mudando com o passar do meu desgovernado tempo, há lá melhor do que enrolar-se numa manta, com uma tacinha de Crumble de Pêras?

Até pode haver, mas não é a mesma coisa!!!

11 comentários:

  1. Querida Mena... olha que entre o teu crumble e o meu pãozinho a escolha seria difícil.
    Aposto que quem comeu esse crumble divinal, não se contentou só com uma fatia! ADOREI :-)
    Ao Paul não cheguei eu... fica para o próximo 15 dias com...
    Muitas beijoquitas e até breve.
    Cuca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) O paozinho é sempre o paozinho!
      Juntamos as duas coisas e fazemos um lanchinho, que te parece?
      Beijinhos

      Excluir
  2. Estou como tu, para mim crumble com gelado é que fica na perfeição! E eu sou tão louca por este tipo de sobremesas que também não me canso de experimentar mais e mais receitas, e tenho que dizer que está vai ser a próxima, sem dúvida. Fiquei cá com uma vontade de me enrolar numa mantinha e comer uma delícia dessas...agora não dá, mas o momento há-de chegar e vai ter direito a foto :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Eu gosto bastante com o crème frâiche, mas com gelado de baunilha é outro mundo!!!
      E com a mantinha, ui ui!
      Beijinhos!

      Excluir
  3. Como sempre optimo aspecto... que tenhas um bom dia com os meus pequeninos ,beijinhos triplicados

    ResponderExcluir
  4. Adoro crumble e esse ficou uma delicia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. As receitas deste senhor são uma perdição :)
    Este crumble que escolheste não podia ser mais guloso! Eu adoro crumle e fiquei rendida :) e com gelado...
    Beijinho e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  6. Olá Menita,

    pois nem eu fiz pão :(
    Pois claro está que pão tem que que ser com o Sr. Paul, não há como não gostar dele, em tudo que mete a mão lá sai algo deslumbrante e delicioso, adoro esse livro dele, muito bom.
    Eu adoro crumble e com gelado sim, sim é uma sobremesa para dias frios, daquelas que apetece ir comendo numa tigela quente para aquecer as mãos, abriste-me o apetite e nem horas são da sobremesa.
    Sabes que nunca fiz com vinho branco?Bem se ele diz é porque é para colocar, com amêndoas e aveia só pode ser perfeito.
    Prepara a minha taça que vou aí depois do almoço!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Hummm gosto tanto de crumbles.
    Ficou com óptimo aspecto.

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2014/10/mousse-de-biscoito-de-laranja.html

    ResponderExcluir
  8. Não é à toa que o Senhor Paul é o meu padeiro preferido, pois não e olha, podias ter feito um pão expresso dele sim, o soda bread que é fácil, é barato e existe mesmo para esses dias de correria mas pronto, com este crumble estás perdoada e sim, acho que a bolinha de gelado ficava lá bem, mas também já marchava só com o créme fraiche.
    Beijinhos mana,
    Lia

    ResponderExcluir