domingo, 13 de novembro de 2016

4 aninhos




Sentada à frente do computador, com uma chávena de chá bem quentinha que o tempo assim o obriga, faz-me viajar no tempo. Mais precisamente ao dia que eu "massacrava" um amigo entendido nestas tecnologias sobre a dificuldade de criar um blogue.

Criar não foi difícil, difícil foi moderar a minha vontade de experimentar receitas para o poder alimentar.

Com o passar do tempo, e já lá vão quatro anos, o blogue foi engordando o arquivo de receitas acompanhadas de uma história, as prateleiras das estantes foram-se enchendo de livros, e eu simplesmente fui ficando mais completa, quer a nível de sabedoria quer a nível pessoal. Diga-se que no que diz respeito ao nível pessoal, sinto-me muito grata por este blogue me ter dado a oportunidade de conhecer pessoas fantásticas através dele.

E há melhor que comemorar um aniversário, do que com um bolinho? Não há, pois não?


A ideia era fazer um Bundt como este, mas a receita deste não me agradava em absoluto. E em vez de usar as mesmas proporções para conseguir o mesmo efeito, usei as minhas, Resultado? Não aquele que eu queria, mas foi salvo pelo sabor e por isso está aqui.



Bundt Cake de Ábobora e Chocolate







Ingredientes para a massa de abóbora:
(Receita da Dorie)

- 2 ovos
- 250 gramas de farinha
- 1/2 c. chá de fermento em pó
- 1/2 c. chá de bicarbonato de sódio
- 1 c. chá de canela
- 1/4 c. chá de noz moscada
- 1/2 c. chá de gengibre
- 1 pitada de sal
- 150 gramas de açúcar mascavado
- 100 gramas de manteiga sem sal
- 100 gramas de crème frâiche espessa
- 80 ml de sumo de laranja
- 250 gramas de puré de abóbora (abóbora assada no forno com casca de laranja e canela)

Execução:

Numa taça juntar todos os ingredientes secos, farinha, sal. especiarias, fermento e bicarbonato de sódio.

Na taça da batedeira colocar a manteiga e o açúcar, Bater a uma velocidade média durante 5 minutos, Juntar os ovos um a um, baixando a velocidade. Juntar o puré de abóbora e o sumo de laranja. Bater suavemente a velocidade baixa.

Juntar 1/3 dos ingredientes secos e alternar com a crème frâiche, terminando com os ingredientes secos. Amassar durante dois minutos depois da última adição de farinha. Reservar a massa.

Pré aquecer o forno a 180 ºC. Untar uma forma de bundt cake e reservar.


Ingredientes para a massa de chocolate:
(Receita daqui)

- 2 ovos L
- 150 gramas de manteiga
- 1 colher de sopa de cacau em pó
- 50 gramas de chocolate 70% de cacau
- 90 ml de água
- 1 c. de sopa de café solúvel
- 150 gramas de açúcar mascavado
- 125 gramas de crème frâiche espessa
- 1/2 c. chá de essência de baunilha
- 200 gramas de farinha
- 1 pitada de sal
- 1/2 c. chá de fermento em pó
- 1/2 c. chá de bicarbonato de sódio


Execução:

Num tacho colocar a manteiga, o chocolate e o cacau. Deixar que derreta a manteiga e retirar. Deixar repousar 5 minutos e mexer para misturar bem o chocolate e o cacau. Juntar o café dissolvido na água a esta mistura e deixar arrefecer.

Numa taça colocar a farinha, o sal, e o bicarbonato, e reservar.

Bater os ovos com o açúcar e com a essência de baunilha a velocidade média até que duplique de volume. Juntar a mistura do chocolate, em fio e envolver bem na mistura dos ovos.

Juntar a crème frâiche, alternando com a farinha. Envolver bem na massa.








Encher uma manga de pasteleiro com a massa de chocolate e encher as ranhuras da forma. Com a ajuda de um pauzinho de espetada espalhar a massa e voltar a colocar mais massa. ( Em caso de dúvidas consultar o método neste blog.)

Colocar a massa de abóbora seguida de uma camada de massa de chocolate e assim sucessivamente até se terminarem.

Com o pauzinho de espetadas dar um efeito swirl nas massas. Levar ao forno pré aquecido durante mais ou menos 1 hora ou até o palito sair seco.

Retirar do forno e deixar arrefecer durante 15 minutos dentro da forma. Desenformar e deixar arrefecer completamente sobre uma rede e tapado,

Depois de frio polvilhar com açúcar em pó.










Se às vezes controlasse a minha impulsividade e lê-se as coisas como deve ser antes de começar a fazer as coisas, talvez tivesse conseguido um Bundt com duas cores. Mas como a teimosia também reina, as duas cores ficaram, mas de uma maneira mais abstracta.

O resultado podia ter sido muito pior e como referi anteriormente, foi salvo pelo sabor. É certo que as receitas não são novidade, o que é novidade é sim a mistura das duas. E o único que posso dizer é que funciona e o resultado agradou aos amiguinhos dos catraios, que foram os provadores oficiais. 

Vai uma fatia?